SINDJUF-PB muda horário de trabalho na sua sede e adota expediente contínuo a partir do próximo dia 14

O SINDJUF-PB Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal no Estado da Paraíba vai adotar, a partir de 14 de outubro, um expediente contínuo para atendimento aos filiados na sua sede, situada à Rua Heráclito Cavalcante, 48, Centro, João Pessoa. Com a mudança, o trabalho no sindicato será realizado no horário compreendido das 07h30 às 13h30 nos dias úteis.

O novo horário de funcionamento foi estabelecido por meio de Portaria, após deliberação da Diretoria Executiva do sindicato. A medida também visa reduzir despesas e promover o equilíbrio financeiro da entidade sindical.

A Portaria também determina que, em consequência da mudança, não haverá recesso forense no final de ano para os funcionários e colaboradores da casa.

Confira abaixo a íntegra da Portaria que determina mudança de horário no SINDJUF-PB:

Portaria 01/2019- SINDJUF/PB

1. Considerando deliberação da Diretoria Executiva no que tange à mudança no horário de funcionamento da sede deste sindicato;

2. Considerando a necessidade de redução de despesas e ajustes no equilíbrio financeiro do sindicato a partir deste mês de outubro de 2019;

3. A diretoria executiva do SINDJUF/PB através do seu Coordenador Geral, na forma do que dispõe a Resolução 01/2017 em seu artigo 1º parágrafo 2º, Resolve:

Artigo 1º - Fixar horário corrido de expediente administrativo neste sindicato, por um período experimental de 90(noventa) dias, das 07h30 até às 13h30, a partir do dia 14 de outubro do mês corrente, exceto nos dias previstos em calendário para reunião da diretoria executiva, onde o expediente será em dois turnos (manhã e tarde);

Artigo 2º - Em consequência desta mudança de horário, determinar que não haverá recesso forense no final de ano para os funcionários e colaboradores da casa.

Artigo 3º - Revogam-se as disposições em contrário;

Artigo 4º - Publique-se no site do SINDJUF/PB.

- Comunique-se a toda categoria;

- Informe-se por ofício aos Tribunais do PJF na Paraíba;

- Informe-se aos prestadores de serviço;

- Informem-se as empresas de telefonia e aos Correios e Telégrafos-ETC.




Marcos José dos Santos

Coordenador Geral









FONTE: SINDJUFPB